• New page
  • New page
  • New page
  • New page
  • New page

Recife das Guaratibas

New page
Nas marés de lua nova e lua cheia, os recifes das Guaratibas afloram proporcionando a formação de piscinas que se tornam excelentes locais para a prática do mergulho autônomo ou livre, bem como para a pesca submarina. A transparência das águas favorece a observação de tartarugas, barracudas e uma infinidade de peixes multicoloridos. O passeio sai no horário da maré alta, chegando nos recifes com a maré já abaixando. A embarcação ancora na parte rasa do recife, o que possibilita aos que não sabem nadar possam usufruir o passeio. Do Recife das Guaratibas, tem-se uma vista magnífica do Monte Pascoal.

Recife de Timbebas

New page
Dentre os diversos pontos de mergulho, o Recife dos Timbebas é o principal ponto de mergulho para quem parte de Prado. Lá também encontramos os corais negros preciosos e com formação que mais lembram os cipós de nossas matas nativas. A formação dos recifes de Timbebas é resultante do agrupamento de vários chapeirões, unidos e cimentados pelas algas coralinas e outros organismos incrustantes, formando colunas, que crescem do fundo até atingirem o nível médio do mar. Há também extensas cavernas, algumas com até 15m, que podem ser transpostas com segurança.

Corumbau

New page
Os passeios de barcos e escunas mostram toda beleza do encontro das águas do rio com o mar, mergulho em recifes. Partindo de Cumuruxatiba é possível fazer o mesmo percurso da Esquadra Portuguesa em 1500, avistando o Monte Pascoal, mergulhar no recife de Carapeba e conhecer a belissima praia de Corumbau e na maré baixa ver a Ponta de Corumbau.